Área do cliente

Notícias

Lyra dá boas vindas a dirigentes nacionais e promete apoio à indústria de cachaça

Terça-feira, 10 de setembro de 2019

50ª Reunião do Conselho Deliberativo do Instituto Brasileiro da Cachaça (Ibrac) aconteceu nesta terça-feira, 10

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea), José Carlos Lyra de Andrade, deu boas vindas, na manhã desta terça-feira, 10, aos participantes da 50ª Reunião do Conselho Deliberativo do Instituto Brasileiro da Cachaça (Ibrac). A reunião trouxe a Maceió associados do Ibrac de vários Estados, entre eles, o diretor executivo Carlos Lima.

Na pauta, a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), a reforma tributária, promoção da cachaça no mercado internacional, o acordo Mercosul/União Europeia, rotulagem nutricional e projetos de lei que restringem a propaganda de bebidas alcoólicas, projetos e encontros do Instituto com representantes dos poderes Executivo e Legislativo, por todo o País.

A reunião aconteceu na sede da Fiea, e foi coordenada pelo presidente do Sindicato das Indústrias de Cachaça, Cerveja, Bebidas Destiladas e Bebidas Fermentadas do Estado de Alagoas (Sindcachaça), Renato Saraiva Coutinho. Na abertura, ele pediu o apoio da Federação das Indústrias para as questões de interesse do setor na reforma tributária, cujo projeto está em discussão no Congresso Nacional.

Considerada prioritária pelo governo para a recuperação da economia, a reforma tributária tem duas propostas em discussão, uma na Câmara dos Deputados, e outra no Senado. “Temos proposta de emenda, e queremos levá-la ao Congresso”, disse.

Em resposta, o presidente da Fiea, José Carlos Lyra, se comprometeu com a defesa dos interesses do setor, e garantiu que levará as propostas do Ibrac à Confederação Nacional da Indústria (CNI).

“Nossa Confederação acompanha as discussões das propostas de reforma tributária, tanto na Câmara quanto no Senado. Espero a proposta de vocês, para enviar ao Conselho Temático de Assuntos Tributários e Fiscais da CNI”, disse Lyra, acrescentando que, como sempre fez, está pronto a defender, junto aos parlamentares, as propostas de emenda que favorecem a Indústria, em todos os seus segmentos.

Compartilhe: